Indicação de livro: Clarice Lispector, A hora da Estrela

 Em Trabalhista

Clarice Lispector, A hora da Estrela

A Hora da Estrela é um romance literário da escritora brasileira Clarice Lispector publicado originalmente em 1977. O romance narra a história da datilógrafa alagoana, Macabéa, que migra para o Rio de Janeiro, tendo sua rotina narrada por um escritor fictício chamado Rodrigo S.M.

A obra traz a abordagens de diversos temas, o tema que trazemos à reflexão vem da reflexão final de Clarice que no momento da morte de Macabeia afirma que ela compreendeu em determinado momento que ela sempre foi mulher, que para ser mulher basta nascer. Macabeia mesmo sendo uma mulher simples aos olhares do narrador, não deve ser vista da mesma forma pelo direito.

Assim, propõe-se a reflexão e questionamento sobre o quanto o direito protege todas as mulheres e o quanto essa preocupação é latente em nossas vivências nas mais diversas esferas. Paralelamente em determinado momento Macabeia se reconhece enquanto sujeita no trabalho, esse é um ponto revelador que conversa com a realidade de várias mulheres.

Esta breve reflexão busca demonstrar esse olhar de reconhecimento pelo trabalho e, também o necessário olhar de reconhecimento de direitos, por parte de todos.  Assim a necessidade de (re)pensar um ambiente empresarial com esses olhares para todas as sujeitas e visualizando uma ampla gama de direitos que impactam na sociedade como um todo.

Artigo escrito pela Sócia e Coordenadora da Área Trabalhista: Miriam Olivia Knopik Ferraz

Posts recomendados

Deixe um comentário